13/10/2015

Da proxima vez que me ver



Eu deveria estar chorando agora. Deveria estar me privando de frequentar certos lugares e fazer certas coisas que eu amo pra evitar te ver. Ah deveria principalmente mudar de bairro e de cidade, porque mesmo essa cidade sendo enorme parece meio inevitável não esbarrar com você não é mesmo? Deveria. Mas não vou. Não vou me doer por algo que nem aconteceu (e sinceramente, estou bem feliz que não tenha acontecido) e muito menos evitar te ver. O problema não foi a ilusão que eu criei, o problema é você e essa sua mania ridícula de querer ter o mundo aos seus pés.

Eu descobri tanto sobre você! Coisa que você nem imagina. Descobri quem você ama, quem odeia, o que é verdade e o que é mentira. Descobri que tua vida é um faz de conta muito do mal escrito onde você é algo que nunca foi. Nesse faz de conta você é o mocinho, pronto pra salvar o mundo sem ganhar nenhuma recompensa, a procura da garota perfeita. Eu acreditei nisso por uns meses, mas depois não colou mais. Você é só uma pessoa vazia, ajudando as pessoas a troco de favores, quebrando corações por ai e culpando o teu amor não correspondido pelo insucesso nos relacionamentos. Você não é nada demais. Só uma pessoa triste e vazia a qual eu só tenho desprezo.

Lá no fundo eu sabia que você não prestava. Só não queria dar o braço a torcer, porque pra mim, estava tudo perfeito. Todas as vezes que você olhava pra mim com o sorriso nos olhos, todas as coincidências, pra mim era o sinal de que você era pra mim. Eu via em você o que ninguém mais a minha volta era capaz de ver e meu coração bobo acreditava que você poderia sim se apaixonar por mim. Nunca estive tão errada em toda minha vida! Seu passatempo favorito é fingir estar interessado e depois de conseguir o que quer, sumir. Comigo foi assim, com aquela garota que te elogia desesperadamente no facebook vai ser assim e com aquela outra da foto também vai ser. Você não se importa com os sentimentos dos outros, só com os seus, mas você sabe,  "karma is a bitch" e você vai encontrar alguém que faça você se arrepender por todas as garotas que você enganou.

Da próxima vez que você me ver, espero que você note que eu não sou a mesma idiota de antes que caía de amores por você e só recebia desprezo em troca. Eu tentei ser uma pessoa diferente pra você, eu cai em muitas armadilhas por causa dessa sua síndrome de Don Juan, mas  essa situação só serviu pra fazer com que eu amasse ainda mais a minha liberdade e quem eu sou. Afinal eu fico feliz por não existir um "nós" e só um "eu", porque eu sei que no final do dia você sempre seria só mais um problema pra eu lidar.

Gostou do texto? Deixe um comentário! Sua opinião é muito importante pra mim ♥ 

11/10/2015

Quando não é pra ser

 

Se alguém me perguntar hoje qual é o meu pior defeito, eu responderia sem nem pensar duas vezes: TEIMOSIA! Quando eu quero algo, alguém,  não importa o quão errado, sem noção e estranho pareça... eu quero e isso basta pra eu insistir por bastante tempo. As vezes, eu considero esse terrível defeito uma qualidade e tanto (afinal, essa teimosia que as vezes me faz conseguir as coisas), mas na maioria das vezes só me causa problemas e umas desilusões. Tipo, muitas desilusões mesmo.

Desde pequena eu canto, modéstia parte não canto mal, mas enfim, quando eu fiz lá meus 11 anos (e eu tava entrando naquela época trevosa de usar preto e querer se emo gótica hahaha) eu enfiei na minha cabeça que eu precisava ter uma banda de rock. Resultado: não podia ver ninguém com um violão que já soltava a pergunta "hey vamos montar uma banda?". Enquanto todos meus amiguinhos estavam decidindo o que queriam fazer na faculdade eu ainda tava naquelas "beleza, alguém quer montar uma banda?" e isso me tomou um tempo muito precioso. Eu poderia ter sim seguido a musica como carreira e até entrado em uma faculdade de musica mas, eu estava tão focada na ideia de ter uma banda e naquela teimosia de ter as coisas do meu jeito que eu nem se quer pensei em fazer faculdade, aprender a tocar algum instrumento ou ir a uma aula de canto.
Outro exemplo dessa minha teimosia chata é bem recente: Uma vez eu vi um boy muito do magia durante meus afazeres semanais (não vou falar o que eu tava fazendo porque vai que ele le aqui hahaha) e a gente trocou muitos olhares. Sabe como é libriano certo? Olhou, apaixonou. Vasculhei a vida dele, persegui nas festas, na vida e no bairro pra ver se ele me notava e por mais que ele nem olhasse mais na minha cara eu continuava insistindo. Enquanto isso as pessoas que conheciam ele ficavam todas "miga, acorda ele não vale o chão que pisa, desisti miga". Eu na minha teimosia de sempre ignorava e ficava atrás. Resultado, gastei um ano da minha vida, altas chances por causa de um babaca.

Como vocês podem perceber eu sou campeã em entrar em frias e deixar a vida passar por teimosia. Não acho que seja só comigo que essas coisas acontecem. É do ser humano ser teimoso quando quer algo (não de todos os seres humanos, mas de muitos vai!). A gente fica tanto tempo querendo algo, alimentando uma ideia fixa que as vezes não percebe que no final das contas aquilo que a gente queria nem valia tanto apena. Não, eu não to falando pra você desistir do seu sonho, do amor da sua vida. O fato é que a gente precisa ter um pouquinho de noção (coisa que eu não tive), analisar friamente a situação e perceber quando algo não é pra ser. A vida dá aqueles sinais sutis de que determinada coisa não é pra gente e sim, eu sei é complicado distinguir quando é só azar ou o famoso "não é pra ser". Mas se a gente parar um pouco, respirar fundo e pensar com um pouquinho de calma conseguimos ver a diferença.

Se você tem um sonho e aquilo realmente vai te fazer bem, okay vai lá insiste mesmo e não deixa ninguém te dizer pra parar; Se você ama alguém e essa pessoa vale a pena é alguém legal mesmo e não um babaca, segue em frente e ame. Teimosia bem direcionada não faz mal. O que faz mal é a gente insistir em algo que o universo inteiro já mostrou que não é pra gente e que não vai nos fazer bem. Porque quando não é pra ser, não há teimosia que mude isso.

Gostou do texto? Deixe um comentário! Sua opinião é muito importante pra mim ♥ 


10/10/2015

Bem vindo ao Adorável Rebeldia



Hey,

Pra quem não me conhece, eu me chamo Letícia Santos, tenho 20 anos (almost 21 bitches). Para quem já me conhece vamos ao que interessa!

Definitivamente eu não sei como começar isso, afinal, o blog está ativo a mais ou menos 4 anos e talvez pelos motivos errados. Hoje eu resolvi reativa-lo pelos motivos certos. Quando eu criei o Adorável Rebeldia, vou ser bem sincera, minha intenção era ter um blog famoso e ser como as minhas blogueiras favoritas. Foi então que eu percebi que eu não poderia ser igual a elas e continuar sendo eu. Decidi continuar sendo eu. Inevitavelmente, isso fez com que eu amadurecesse e aprendesse algumas coisas sobre ter um blog:

• Ter um blog famoso não quer dizer que seu conteúdo seja bom.
• Pra se ter um blog legal a gente precisa falar do que realmente gosta.
• E por ultimo, é preciso ter muito amor envolvido. Se você gosta daquilo que faz então você já é um sucesso.

Esses 3 itens foram as coisas mais importantes que eu poderia ter aprendido quanto a 'ter um blog' e foram esses 3 itens que me fizeram reabrir o blog. Eu amo escrever e escrever sempre foi minha marca registrada na minha turma de amigos e família. Não posso me dar ao luxo de parar de fazer as coisas que eu amo mais. Então, bem vindos ao Adorável Rebeldia e curta a viagem.

onde me encontrar: twitterinstagramtumblrfacebook