11/10/2015

Quando não é pra ser

 

Se alguém me perguntar hoje qual é o meu pior defeito, eu responderia sem nem pensar duas vezes: TEIMOSIA! Quando eu quero algo, alguém,  não importa o quão errado, sem noção e estranho pareça... eu quero e isso basta pra eu insistir por bastante tempo. As vezes, eu considero esse terrível defeito uma qualidade e tanto (afinal, essa teimosia que as vezes me faz conseguir as coisas), mas na maioria das vezes só me causa problemas e umas desilusões. Tipo, muitas desilusões mesmo.

Desde pequena eu canto, modéstia parte não canto mal, mas enfim, quando eu fiz lá meus 11 anos (e eu tava entrando naquela época trevosa de usar preto e querer se emo gótica hahaha) eu enfiei na minha cabeça que eu precisava ter uma banda de rock. Resultado: não podia ver ninguém com um violão que já soltava a pergunta "hey vamos montar uma banda?". Enquanto todos meus amiguinhos estavam decidindo o que queriam fazer na faculdade eu ainda tava naquelas "beleza, alguém quer montar uma banda?" e isso me tomou um tempo muito precioso. Eu poderia ter sim seguido a musica como carreira e até entrado em uma faculdade de musica mas, eu estava tão focada na ideia de ter uma banda e naquela teimosia de ter as coisas do meu jeito que eu nem se quer pensei em fazer faculdade, aprender a tocar algum instrumento ou ir a uma aula de canto.
Outro exemplo dessa minha teimosia chata é bem recente: Uma vez eu vi um boy muito do magia durante meus afazeres semanais (não vou falar o que eu tava fazendo porque vai que ele le aqui hahaha) e a gente trocou muitos olhares. Sabe como é libriano certo? Olhou, apaixonou. Vasculhei a vida dele, persegui nas festas, na vida e no bairro pra ver se ele me notava e por mais que ele nem olhasse mais na minha cara eu continuava insistindo. Enquanto isso as pessoas que conheciam ele ficavam todas "miga, acorda ele não vale o chão que pisa, desisti miga". Eu na minha teimosia de sempre ignorava e ficava atrás. Resultado, gastei um ano da minha vida, altas chances por causa de um babaca.

Como vocês podem perceber eu sou campeã em entrar em frias e deixar a vida passar por teimosia. Não acho que seja só comigo que essas coisas acontecem. É do ser humano ser teimoso quando quer algo (não de todos os seres humanos, mas de muitos vai!). A gente fica tanto tempo querendo algo, alimentando uma ideia fixa que as vezes não percebe que no final das contas aquilo que a gente queria nem valia tanto apena. Não, eu não to falando pra você desistir do seu sonho, do amor da sua vida. O fato é que a gente precisa ter um pouquinho de noção (coisa que eu não tive), analisar friamente a situação e perceber quando algo não é pra ser. A vida dá aqueles sinais sutis de que determinada coisa não é pra gente e sim, eu sei é complicado distinguir quando é só azar ou o famoso "não é pra ser". Mas se a gente parar um pouco, respirar fundo e pensar com um pouquinho de calma conseguimos ver a diferença.

Se você tem um sonho e aquilo realmente vai te fazer bem, okay vai lá insiste mesmo e não deixa ninguém te dizer pra parar; Se você ama alguém e essa pessoa vale a pena é alguém legal mesmo e não um babaca, segue em frente e ame. Teimosia bem direcionada não faz mal. O que faz mal é a gente insistir em algo que o universo inteiro já mostrou que não é pra gente e que não vai nos fazer bem. Porque quando não é pra ser, não há teimosia que mude isso.

Gostou do texto? Deixe um comentário! Sua opinião é muito importante pra mim ♥ 


Nenhum comentário:

Postar um comentário